Empreendimentos logísticos geram atração de novos negócios e expansão da economia capixaba

Administrados pela empresa de consultoria e assessoria logística com a maior cartela de espaços para estocagem e distribuição em áreas estratégicas do ES, a TX Negócios, 5 condomínios industriais capixabas chamam a atenção de grandes players de diferentes setores, especialmente e-commerce, e passam a inaugurar armazéns já com negociações fechadas para locação. 

O segredo, segundo o Ceo da TX Negócios, Sandro Márcio Frinhani Viturini, tem sido o trabalho personalizado e a exigência de empreendimentos com alto padrão de segurança, conforto para manobra e estacionamento, galpões com pé direito alto, docas adequadas e, não menos importante, atenção para itens como esgoto, captação de água da chuva, luz natural e climatização.  “O governo cria atrativos fiscais e incentivos, eu trabalho com empresários que investem em infra-estrutura de alta qualidade e atendem todos os requisitos, desde os construtivos aos ambientais”.

TIMS

Entre os empreendimentos com alto e crescente índice de expansão está o TIMS (Terminal Industrial Multimodal da Serra). O condomínio com padrão A em infra-estrutura construtiva, segurança e logística, teve o direito de administração, até então pertencente à Andrade Gutierrez, adquirido pelo consórcio Autovix Participações e Innova Brasil em 2019.  Ele soma uma área pública da Prefeitura da Serra, de quase 2 milhões de m², a uma área privada de aproximadamente 1 milhão de m², anexas e ambas destinadas à logística. 

Atualmente com 100 mil m² de armazéns ocupados por empresas como Celer Log, Constance, Pimpolho, FortBraz, B2W, Magazine Luíza, DHL, Total Express, Page Express, Braz Express, Rede Show, Zizane, Petrobras, Arcellor Mittal entre tantas outras, o TIMS saiu da média de 1700 frequentadores em 2018 para quase 5 mil em 2020. Um crescimento rápido, organizado, que não vai parar por aí. Outros 50 mil m² de armazéns estão em fase de finalização e negociados. 

“O TIMS é um condomínio grande e robusto, que foi preparado para isso e pode receber bem qualquer tipo de indústria, de médio a grande porte, desde fábrica de palito até linha de montagem de avião”, pontua Sandro Márcio.

CLGV

Na mesma linha do TIMS, mas em Viana, o CLGV (Condomínio Logístico Grande Vitória) possui 850 mil m² instalados junto à BR 262 e muito disputados. Seu diferencial, além do padrão TX Negócios de qualidade, e a excelente localização, está em naves moduladas que podem se tornar mini-condomínios dentro do condomínio – que já possui segurança patrimonial e portaria eclusa -, um atrativo e tanto para empresas maiores que possuem regras de segurança bem específicas no compliance. 

Interesse também de empresas que trabalham mais firmemente questões ambientais, pois é atualmente o único com 30% de reserva florestal e mais de 30% de áreas preservadas. 

Os 40 mil m² de armazéns já construídos estão inteiramente ocupados, mas outros 30 mil m² estão em finalização ainda para este ano. “Porém, mesmo os que estão em finalização já estão com negociações avançadas, estamos prevendo e projetando mais 50 mil m² de armazéns para atender novas demandas”, explica o CEO da TX.

Ribeira Park

Iniciando como investidor do setor de armazéns, o grupo Vicker projetou o Ribeira Park para atender especialmente aos pequenos negócios que possuem alto giro de estoque e precisam de uma distribuição otimizada. Feito para abrigar até 5 módulos com 1.800 m² cada, em uma área privilegiada à beira da BR 101/262 e ao lado da Polícia Rodoviária Federal (PRF), em Viana.

“O Ribeira Park tem um propósito claro de ser um espaço para negócios menores, por isso, trabalhamos um espaço que possuísse o padrão dos melhores condomínios logísticos, a exemplo do TIMS e CLGV, com todas aquelas características de boa construção, pé direito alto, docas com 1,30 m de altura, pulmão de estacionamento para carretas, área de manobra confortável, esgoto, luz natural, captação de água, segurança, entre outros. E nos preocupamos com outras facilidades, como proximidade com ponto de ônibus, passarela de pedestre, essa questão de ser na beira da BR traz uma vantagem logística para pequenos”, relata Sandro Márcio.

Ainda de acordo com o CEO da TX, existe uma grande demanda para esse tipo de empreendimento no ES, e poucos condomínios que atendam com o mesmo padrão de qualidade que os grandes. “Especialmente na questão de conforto, sustentabilidade e segurança, afinal, estamos falando de uma área com estrutura de portaria e ao lado da PRF. E eu diria que quase 80% da demanda por espaços hoje são de clientes como farmacêuticas, transportadoras, pequenas redes de supermercados, distribuidoras de bebida, empresas de logística, que tem nesse espaço um armazém ideal”.

262 LOG

Ainda em Viana, outro ponto estratégico onde novos investidores do setor apostam é no bairro Areinha. Endossado pela transportadora Dellano, está em finalização os armazéns do 262 Log, um condomínio que começa com 13 mil m² construídos, com armazéns de 4ª geração, em uma área de 40 mil m² . 

“Estrutura de primeira linha, que é o padrão da TX Negócios, então já sabe que tem esgoto, luz natural, captação de água, docas altas, pé direito alto, atenção ao conforto térmico, área de manobra e pátio confortável. Tem portaria e fica em um município que é um polo logístico e em um bairro projetado para este tipo de crescimento, tanto que já existem outros espaços mapeados que certamente vão evoluir para serem outros condomínios aqui”, explica Sandro Márcio.

Condomínio Logístico 262 Log

Outro ponto importante é a ligação de Viana, via BR 447, à Rodovia Leste-Oeste. De acordo com o DNIT,  as obras no viaduto sobre a linha férrea, até o fim do ano, devem liberar o primeiro segmento, que liga a rodovia federal BR-262/ES justamente ao Viaduto de Areinhas, o que vai ajudar muito no fluxo de carretas que saem de Viana para o Cais de Capuaba. 

BR 447 vai ligar a BR 262 à Rodovia Leste-Oeste e melhorar ainda mais a logística em Viana

BTS/BRALOG

O BTS/BRALOG é um condomínio logístico no município de Cariacica, nascendo do zero e incrustado na área da GDL (Gestão de Desenvolvimento em Logística), composta pela Tegma Gestão Logística e a Silotec, e a da Terca, as três empresas que compõem a Associação de Empresas Permissionárias de Recintos Alfandegados – Portos Secos do ES (APRA). 

Ao todo, o BTS/BRALOG possui 200 mil m² de área e a previsão é de que as obras dos seus primeiros armazéns logísticos, um total de 60 mil m², sejam finalizadas até abril de 2022. Mas quanto à disponibilidade para o mercado, não existe muita expectativa, uma vez que os módulos já estão quase todos com a locação negociada ainda na fase de construção. “Quando inaugurar, em abril, não terá mais disponibilidade”, conta Sandro Márcio.

Este era um terreno de 850 mil m² da empresa Brasif, que teve as vendas esgotadas muito rápido após o lançamento do loteamento industrial. Existem outros armazéns em construção no local, além do da BTS/BRALOG, e novos projetos logísticos devem surgir com a ajuda da TX Negócios.

União

O condomínio União une 106 mil m², em Linhares, no norte do ES, em uma área da Superintendência do Desenvolvimento do Nordeste (SUDENE), onde incentivos fiscais como a redução de até 75% do Imposto de Renda da Pessoa Jurídica (IRPJ) podem aumentar a competitividade do negócio.

Mantendo a qualidade exigida pela TX Negócios, os armazéns seguem o padrão de altura, facilidades e conforto nota A e são focados em ajudar na armazenagem, estoque e distribuição de produtos do setor moveleiro e da agroindústria, como café.

Condomínio Logístico União

“Foi feito pensando em contribuir com estrutura para os setores que já são grandes potencialidades na região e que precisam de mais espaço para expandir os negócios. E o condomínio traz os benefícios de estar em área da SUDENE e de estar com um posicionamento logístico privilegiado, perto da rodovia, há 2 horas ou menos do aeroporto, e com os portos em uma pequena distância”, lembra Sandro Márcio. 

Veja as disponibilidades e informações técnicas

https://txnegocios.com.br/clientes/

Publicado por Kick

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *