TX Negócios prospecta empreendimento imobiliário Triple A

Grandes empresas estão demandando estruturas mais modernas para investir em operações no Espírito Santo. A busca, segundo o CEO da TX Negócios, Sandro Marcio Viturini, atende a planejamentos de negócios para os próximos 3 anos e, para a maioria, o interesse é por Built To Suit (BTS), ou seja, áreas com armazéns capacidade de adaptação para as necessidades específicas de cada projeto.

O executivo conta que o mapeamento de áreas realizado pela TX no território capixaba traz excelentes opções e que parcerias já estão sendo consolidadas para o desenvolvimento de empreendimentos que atendam as demandas do mercado. Segundo ele, a TX já está desenvolvendo este ano projetos com diferenciais significativos a exemplo das novas estruturas de galpões para a Ducloro, na ES-010, região da Serra, além de produtos a serem lançados em breve em Cariacica e Viana, e está com prospecções ativas em Vila Velha.

“Glebas em Vila Velha, Cariacica, Viana e Serra  são as mais interessantes, pela possibilidade de last mile,  e podem gerar excelentes negócios aos proprietários, aos interessados, aos municípios e ao Estado como um todo. O ES é um terreno fértil, com espaços logísticos estratégicos para uma gama enorme de negócio”, destaca Sandro.

Como  próximo passo, o CEO da TX afirma que haverá negociação e apoio a empreendimentos imobiliários logísticos Triple A, em que prevaleça a proximidade com a região metropolitana de Vitória, e que ” tenham armazéns padrão A, com arquitetura moderna e uso de tecnologias de eficiência energética, pé direito alto, piso resistente de pelo menos 6 toneladas, ventilação e  iluminação natural privilegiada, com novos protocolos de segurança e sejam atrativos como ambientes de trabalho, valorizando espaços de convivência”, revela.

Também é destaque a falta de disponibilidades em condomínios industriais de estrutura completa, não só no ES, mas em praticamente todo o Brasil. “São poucas ofertas em todo o país de galpões que atendam essa linha de alto padrão que as empresas precisam. No ES, na fase terraplanagem de uma área destinada à construção de um armazém, já costuma haver a negociação de locação. Surgem disponibilidades à medida que uma operação expande e vai para outro local, mas tendem a não ficar 3 meses no mercado. É necessário investir agora em novos condomínios logísticos, para atender a demanda futura, ou vamos ver o cavalo passar selado na nossa frente, sem poder fazer nada”, pontua Sandro.   

Triple A (ou AAA)

O conceito no mercado imobiliário se refere a empreendimentos com o máximo de qualidade, rígido padrão de construção e com alta eficiência tecnológica e energética, além de  priorizar a qualidade do ambiente de trabalho e ter foco sustentável. 

.

Publicado por KICk

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.